Câmara Munici´pal de Porto Alegre, recebe presidente da 11ª Bienal do Mercosul.

No período de Comparecimento, da sessão ordinária desta segunda-feira (14/5), os vereadores e vereadoras da Câmara Municipal de Porto Alegre receberam o presidente da 11ª Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann, para falar sobre a exposição e a importância da realização do evento para a cultura. Em Porto Alegre, a Bienal do Mercosul vai até o dia 3 de junho.

Representando o conselho dos diretores da 11ª edição do evento cultural, Schwartsmann afirmou que a Bienal este ano vive um momento histórico. Levando o título de “O Triângulo Atlântico”, ele destacou algumas das obras expostas que retratam a América, África e Europa. Um dos trabalhos mais ressaltados durante seu pronunciamento foram o "relógio humano", localizado na Praça da Alfândega, e as obras sonoras na Igreja Nossa Senhora das Dores, onde são apresentados mais de centenas de idiomas. De acordo com Schwartsmann, esta edição apresenta as raízes da cultura indígena, a mão de obra escrava e as levas de imigrantes ao longo dos anos. "É o retrato da nossa formação cultural", frisou. Segundo ele, a arte africana e afrobrasileira é predominante na exposição, com artistas do mundo inteiro.
0