Editoria de Esporte / Vettel aproveita desastre da Haas, tira sorriso de Hamilton e abre temporada 2018 com vitória na Austrália.

Minutos depois de ter conquistado a pole-position do GP da Austrália, Lewis Hamilton comemorou e tripudiou do seu rival, Sebastian Vettel: "Estava esperando para acertar uma boa volta e tirar o sorriso do seu rosto". Mas tudo mudou neste domingo (25) em que deu tudo certo para o alemão tetracampeão. Com uma performance sólida da Ferrari e um enorme golpe de sorte, Seb começou na frente do rival a luta pelo pentacampeonato com vitória em Melbourne. De quebra, alcançou uma marca histórica: seu 100º pódio na F1. A Hamilton, restou se conformar com o segundo lugar depois de tentar uma pressão nas voltas finais, porém sem sucesso. A sorte de Vettel foi o enorme azar da Haas. Um verdadeiro desastre. A equipe norte-americana vinha com totais condições de colocar seus dois carros no top-5. Mas Kevin Magnussen e Romain Grosjean abandonaram depois do pit-stop pelo mesmo problema: a roda mal fixada. No caso do franco-suíço, seu carro ficou parado em trecho perigoso, o que proporcionou a entrada do safety-car. Vettel, que havia retardado sua parada para troca de pneus, aproveitou a bandeira amarela, fez o pit-stop e voltou à frente de Hamilton, que havia liderado toda a primeira parte da corrida após ter largado na polCom categoria e experiência, Vettel deu de ombros para os ataques de Hamilton e partiu para sua vitória 48 na F1. E para completar a festa da Ferrari, Kimi Räikkönen também foi ao pódio, em terceiro. Daniel Ricciardo fez uma boa corrida de recuperação depois de partir em oitavo e finalizou em quarto na sua corrida em casa. E Fernando Alonso, com a nova McLaren-Renault, suportou a pressão final de Max Verstappen para cruzar a linha de chegada em quinto lugar. Nico Hülkenberg foi o sétimo com a Renault e terminou à frente de Valtteri Bottas, que partiu em 15º, mas fez corrida bem discreta. Stoffel Vandoorne foi o nono, enquanto Carlos Sainz enfrentou problemas no estômago e até náuseas para superar Sergio Pérez e marcar o último ponto em disputa neste domingo.
0