Câmara Municipal de Porto Alegre ....

CCJ não discute projeto que muda regime dos servidores municipais.
Diante de uma assistência lotada por municipários, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereador Mendes Ribeiro (PMDB), informou, na manhã desta quarta-feira (20/12), durante reunião para a análise e votação de pareceres de processos que estão em tramitação no Legislativo, que o projeto de lei do Executivo (PLE) nº 011/17, que trata de alterações do regime de trabalho dos servidores da Prefeitura, não estava previsto na pauta e, portanto, não entraria em discussão. Com isso, diante da retirada do requerimento do vereador Luciano Marcantônio (PTB), vice-líder do governo municipal, que pedia a renovação de votação do regime de urgência para a matéria, o projeto permanecerá no âmbito da CCJ e só deverá entrar em debate em 2018. O motivo é que, no próximo sábado (23/12), começará o recesso parlamentar. A interrupção das sessões plenárias e das reuniões das comissões permanentes se estenderá até o dia 31 de janeiro. Após a apreciação das matérias que estavam na pauta da reunião desta manhã, na CCJ, Mendes Ribeiro fez um balanço do trabalho realizado no ano, lembrando que, ao todo, 470 projetos passaram pelo crivo da comissão.
0