Prefeito de Porto Alegre,reúne-se com representantes dos taxistas.

O prefeito de Porto Alegre,Nelson Marchezan Júnior recebeu nesta segunda-feira, 6, representantes de pontos fixos de táxis, sindicatos e associações da categoria, no auditório da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Na pauta, foram discutidos pontos do projeto de lei do Executivo com novas medidas que alteram e modernizam a legislação do sistema de táxi, que hoje tem na Capital uma frota de 4 mil veículos e 10 mil motoristas. A última revisão havia ocorrido em 2014.
No encontro foram debatidos pontos do projeto como o que reduz a vida útil dos veículos de 10 para 6 anos, a implantação do sistema de biometria (o acionamento do taxímetro será feito exclusivamente pela digital dos motoristas cadastrados na EPTC, a realização de exame toxicológico (a cada seis meses), a adoção do cartão de crédito em 100% da frota, a padronização de vestuário e atendimento e as mudanças na Taxa de Gerenciamento Operacional (TGO), que passa de R$ 88,06 (17 bandeiradas) para R$ 41,44 (8 bandeiradas), além de agilidade na punição dos maus motoristas, entre outros pontos.
0