Miss Bumbum: paraense é acusada de usar silicone e vencedora dá tapa na cara de homem.

A final do Miss Bumbum 2017, realizada na segunda-feira (06), em São Paulo, foi marcada por confusões. A representante do Rio de Janeiro (que não se classificou para a etapa final) acusou a participante do Pará, Andressa Prata, de ter colocado silicone no bumbum, o que não é permitido pelas regras do concurso.
Miss Bumbum: paraense é acusada de usar silicone e vencedora dá tapa na cara de homem (Foto: Divulgação)
A acusação gerou saia justa, e obrigou a direção do evento a fazer até mesmo um raio-x no bumbum de Andréa Prata, dona do maior quadril com 107 cm. "[Após o raio-x], eles viram que não tinha nada [de silicone] e que o bumbum é meu mesmo", disse a paraense, que ganhou o título de Miss Simpatia. A grande vencedora da noite foi a representante do Amazonas, Rosie Oliveira, de 28 anos, eleita a Miss Bumbum 2017. Com 100 cm de quadril, a modelo superou Raíssa Barbosa, do Acre, e Jane Ferreira, de Pernambuco, que ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente. Em entrevista Rosie contou que, pouco antes do concurso, o marido lhe deu um ultimato e a mandou escolher entre ele ou a carreira. "Eu me separei para disputar o concurso. Ele me mandou escolher, mas eu já tinha feito a inscrição. Não me arrependo da escolha", afirmou.
0