Em 'Apocalipse', Igreja Católica e tem anticristo romano.

A novela não economiza nas referências contra a instituição / 
Em 'Apocalipse', Record ataca Igreja Católica e tem anticristo romano
Não é de hoje que a Record usa suas novelas para transmitir mensagens e ensinamentos religiosos. Em Apocalipse, no entanto, segundo análise da crítica, a emissora se empenha ainda mais nas pregações. Com seu posicionamento definido, a Record tem um alvo claro: a Igreja Católica, que vem sofrendo ataques em pleno horário nobre da emissora do bispo Edir Macedo. Segundo o colunista Flávio Ricco, a ofensiva da emissora evangélica atinge não só a igreja, como 64,8% da população que se considera adepto desta religião. Para citar um exemplo, na trama de Vivian de Oliveira, o anticristo vem de Roma e fundou a Igreja da Sagrada Luz, clara referência à Igreja Católica. O anúncio da missão da instituição foi feito pelo vilão, Sergio Marone: "Bem-vindo à Igreja da Sagrada Luz. São quase 1.700 anos espalhando as trevas pelo mundo. Mas, é claro, tudo muito bem elaborado para parecer divino. O engano é a minha especialidade". Apocalipse aborda, dentre outros temas, a volta de Jesus Cristo à Terra, o fim dos tempos e a 3ª Guerra Mundial. Ou seja, polêmica de sobra.
0