Seleção Brasileirta,encara Bolívia e tenta igualar recorde da Argentina nas Eliminatórias.

Brasil entrará em campo a partir das 17h, em Santa Cruz de La Sierra / Garantido na Copa do Mundo na Rússia, em 2018, o Brasil visita nesta quinta-feira a Bolívia pela penúltima rodada das Eliminatórias da América do Sul. O time de Tite, para encarar a altitude de La Paz, está em Santa Cruz de La Sierra e só vai para o local do jogo poucas horas antes do confronto, marcado para as 17h (horário de Brasília). A Seleção Brasileira é líder isolada, com 37 pontos, e tenta igualar o recorde da Argentina nas Eliminatórias de 2002, que obteve 43 pontos. Por isso, Tite garantiu força máxima. “Vamos apostar nos nossos melhores jogadores”, avisou. Assim o meia Philippe Coutinho reassume a titularidade, saindo Willian. Além disso, a equipe nacional defende uma invencibilidade de dez partidas nas Eliminatórias.
Imagem relacionada
No entanto, Tite não poderá contar com os laterais esquerdos Marcelo e Filipe Luís, ambos lesionados, e substituídos por Alex Sandro, que será titular, e Jorge. Outra novidade é o volante Arthur, do Grêmio, chamado pela primeira vez. A Bolívia, nona colocada, com apenas 13 pontos, não tem mais chances de classificação. Defende, porém, um tabu em casa iniciado nas Eliminatórias da Copa de 1994, quando bateu o Brasil, do então goleiro Taffarel, por 2 a 0. Desde aquela ocasião, a Canarinho, que até o momento não havia perdido nenhuma partida na história da competição, nunca mais voltou a vencer em La Paz pelas Eliminatórias. A última vez foi em 1981. O selecionado andino não poderá contar com o técnico Mauricio Soria, suspenso. O comando da equipe ficará com o auxiliar Alberto Illanes. Após o confronto com a Bolívia, o Brasil terá na terça-feira seu último compromisso nas Eliminatórias, quando enfrenta o Chile, no Allianz Parque, em São Paulo, às 20h30min.
0