Renovação de Luan se arrasta após desencontro de dirigentes e empresário.

No dia 31 de agosto, assim que deixou o gramado da Arena após o jogo da Seleção Brasileira contra o Equador, Luan garantiu que “deu a palavra” para renovar o contrato com o Grêmio. Uma reunião era aguardada entre o clube e o representante do jogador, assim que ele retornasse da Seleção. Só que o encontro ainda não ocorreu. As duas partes têm como prazo máximo o mês de março de 2018 para se acertarem, caso contrário o jogador pode sair de graça.
Ambos os lados da negociação afirmam que faltam poucos detalhes | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP memória
“Estávamos no Rio de Janeiro para os jogos de lá (Vasco e Botafogo). Depois estivemos envolvidos com o jogo de volta diante do Botafogo e a viagem para Salvador (jogo contra o Bahia). No momento oportuno, falaremos”, disse o vice de futebol, Odorico Roman. “Por ora, não vou fazer outras manifestações sobre o assunto”, completou o dirigente. O presidente Romildo Bolzan Jr. tem dito seguidamente que faltam apenas detalhes para que o jogador renove seu contrato com o Grêmio, o qual se encerra em agosto de 2018. Mas a negociação no momento está estagnada e sem qualquer previsão para ter um desfecho.
0