Menina de 8 anos é diagnosticada com HPV e família descobre que ela sofria abusos.

A família de uma menina de 8 anos de idade descobriu que a criança sofria abusos havia cerca de seis meses após um exame médico identificar que ela tinha HPV. O caso aconteceu na cidade de Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo. O suspeito do crime foi preso na terça-feira (12). Conforme a polícia, a criança se queixava de dores e coceiras, e foi levada pela mãe até o posto de saúde da cidade. Quando chegou lá, os médicos constataram que a menina estava sendo estuprada, e que teria contraído a doença sexualmente transmissível. A polícia foi, então, acionada. O delegado de Venâncio Aires, Felipe Cano, colheu o depoimento da menina, com a ajuda de psicólogos, e constatou os abusos. O suspeito é um amigo dos pais, que costumava frequentar a casa da família.
Otávio Dias de Oliveira/Folhapress
De acordo com as informações coletadas pela investigação, a criança relatou que o homem ameaçava matar o pai e a mãe. O suspeito foi preso preventivamente com base na consistência do relato da criança e nas contradições que ele apresentou em seu depoimento. Ainda de acordo com o delegado, o suspeito não tinha endereço fixo nem trabalho. Ele já tinha passagens anteriores pela polícia por crimes leves. "Em princípio ele negou os fatos, mas apresentou diversas contradições em seu depoimento. Isso somado à consistência das informações da menina, da família e dos exames, nos leva a crer que os fatos aconteceram", considera o delegado.
0