Fundação Obama oferece bolsas de estudo para jovens; estrangeiros também podem se candidatar.

A Fundação Obama, criada pelo ex-presidente dos EUA Barack Obama e por sua mulher, Michelle Obama, está cominscrições abertas até o dia 6 de outubro para bolsas de estudo. O objetivo é selecionar vinte pessoas que estejam trabalhando para resolver algum problema importante da sociedade e que queiram expandir seus projetos a níveis nacionais ou globais. Serão dois anos de aulas remotas, que ensinam o aluno a traçar um plano de ampliação de seu programa social. As aulas também abordam noções de liderança e de atividades de pesquisa. Durante esse período, haverá quatro encontros presenciais, para conectar os estudantes e os professores. Nessas ocasiões, todas as despesas de transporte e de hospedagem serão cobertas pelas Fundação Obama. Apenas o visto para os Estados Unidos ficará por conta do aluno estrangeiro.
Imagem relacionada
Para participar, o requisito mais importante é estar envolvido em algum projeto social relevante em sua comunidade. Podem ser jornalistas, empreendedores, artistas e inventores, por exemplo. É preciso ser fluente em inglês (oral e escrito) e ter mais de 18 anos. Os resultados vão ser publicados em fevereiro de 2018. Dois meses depois, ocorrerá o primeiro encontro presencial dos selecionados.
Inscrições
As inscrições devem ser feitas pelo site da Fundação Obama. É necessário informar os dados pessoais, escrever uma breve descrição do trabalho social e explicar como a Fundação Obama pode contribuir com o projeto. O candidato pode enviar links que retratem sua ação social. No fim da inscrição, é preciso anexar um vídeo de apresentação, com duração máxima de 60 segundos.
0