Convênio viabiliza criação de APACs no Rio Grande do Sul.

O governo do Estado deu início, nesta terça-feira (5), ao processo que viabilizará a criação das primeiras unidades prisionais baseadas no modelo desenvolvido pela Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC), no Rio Grande do Sul, com a assinatura de um convênio firmado com o Tribunal de Justiça (TJRS) e o Ministério Público (MPRS).
Convênio viabiliza criação das APACs no Rio Grande do Sul
O acordo firmado tem a duração de 60 meses, com possibilidade de prorrogação, e vai dar as condições necessárias para a aplicação da iniciativa, baseada numa concepção mais humanizada de ressocialização do apenado. Serão realizados seminários nas comarcas gaúchas, com o objetivo de mobilizar os mais diversos segmentos da sociedade para a implantação do método e debater as alternativas de financiamento.
0