Funcionários da Corsan protestam em Porto Alegre contra reajuste salarial de 2,8%.

Os funcionários da Companhia Riograndense de sanamento (Corsan) realizaram nesta terça-feira uma manifestação na sede da empresa na rua Caldas Júnior, no Centro de Porto Alegre. O protesto foi contra o índice de reajuste salarial de 2,8% oferecido pela empresa aos trabalhadores. O percentual foi apresentado no começo do mês de agosto. O ato reuniu cerca de 300 servidores das unidades de Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, Cachoeira do Sul, Minas do Leão e Porto Alegre que paralisaram suas atividades no turno da manhã.
Funcionários da Corsan protestam em Porto Alegre contra reajuste salarial de 2,8% | Foto: Guilherme Testa
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgoto (Sindiágua/RS), Leandro Almeida, disse que o índice de 2,8% é um desrespeito com a categoria formada por 5,8 mil funcionários no Estado do Rio Grande do Sul.
0