Grupo do Inter defende Cuesta em suposto caso de racismo.

Uma declaração polêmica marcou a saída dojogo entre Ceará e Inter, na noite dessa terça-feira, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O atacante do clube nordestino Elton afirmou quefoi chamado de "macaco" pelo zagueiro colorado Victor Cuesta. Após conversa no vestiário, o grupo do Inter defendeu o argentino no suposto caso de racismo.
Grupo do Inter defende Cuesta em suposto caso de racismo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP
"A gente conversou com e ele colocou que não falou nada nesse sentido. Disse que não usou esses termos. Foram discussões normais, ele é um jogador que tem uma carreira longa, nunca teve esse tipo de problema. Temos que confiar no que o nosso jogador disse", declarou o vice de futebol do clube, Roberto Melo.
0