Fasc prepara técnicos para atuar em áreas de violência de Porto Alegre,RS.

Um grupo de técnicos da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), do bairro Passo das Pedras, participou, nessa sexta-feira, 7, da Oficina "Acesso e comportamento mais seguro em áreas de violência armada na Capital". A reunião foi no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da região do Eixo-Baltazar, numa promoção da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, em parceria com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV). "Trabalhamos a questão de comportamentos e atitudes seguras, dando autoproteção e suporte para as equipes da Fasc”, enfatizou a coordenadora da Oficina, assistente social Maria Cristina da Silva.
Foi apresentado um Plano de Segurança, com o objetivo de diminuir a exposição da comunidade à situação de violência armada. Também foi feito um mapeamento dos riscos e vulnerabilidade de cada uma das unidades da Fasc. "O objetivo é que possamos diminuir a tensão que vivemos nos territórios. A oficina nos ensinou a lidar com situações de risco que vivenciamos corriqueiramente”, enfatizou a coordenadora do Cras Eixo-Baltazar, Aoldete Velho.
0