Força Nacional fica no Rio Grande do Sul por tempo indeterminado.

O Ministério da Justiça e Cidadania confirmou, nesta terça-feira (9), a prorrogação do prazo de permanência da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) no Rio Grande do Sul, por tempo indeterminado. O anúncio foi feito pelo ministro Alexandre de Moraes em reunião com o governador José Ivo Sartori, em Brasília, para tratar de solicitações na área da Segurança Pública no estado. Sartori também solicitou ampliação do efetivo, englobando policiais civis e peritos criminais, para reforçar o trabalho investigativo. 
Eles irão atuar principalmente em casos de homicídio e latrocínio. O governador ressaltou que, apesar dos investimentos já feitos para a execução da segunda fase do Plano Estadual de Segurança Pública, o quadro de pessoal ainda é insuficiente para frear a criminalidade. "Também viemos reiterar o pedido que fizemos para aquisição de mais armamentos, coletes balísticos e viaturas, além de um acréscimo no efetivo para reforçar o policiamento", afirmou.
0