Câmara Municipal de Vereadores de Porto Alegre,RS.

Projeto prevê ampliar Teste do Pezinho para mais de 30 patologias. Está em tramitação, na Câmara Municipal de Porto Alegre, o projeto de lei nº222/16, de autoria do vereador Márcio Bins Ely (PDT), que obriga hospitais e os demais estabelecimentos da rede pública de saúde localizados no Município a realizarem, em todos os recém-nascidos, o Teste de Triagem Neonatal na modalidade ampliada, com o uso da metodologia de Espectromia de Massa em Tandem (EMT). O Teste de Triagem Neonatal, mais conhecido como Teste do Pezinho, consiste no exame de gotas de sangue do recém-nascido, extraídas geralmente Movimentação de plenário. Na foto: Vereador Márcio Bins Ely (Foto: Ederson Nunes/CMPA)
da região do calcanhar. O objetivo do projeto é ampliar o Teste do Pezinho atual, visando abranger outras disfunções, ou seja, realizar um exame mais completo, que possa detectar, em uma única amostra, mais de 30 erros inatos do metabolismo. O vereador Bins Ely lembra que a aplicação da EMT foi introduzida na década de 1990 em laboratórios particulares, que já vinham realizando triagem neonatal para desordens metabólicas, hematológicas e endocrinopatias, como o hipotireoidismo congênito, a anemia falciforme e a fenilcetonúria. "Desejamos tornar a aplicação do EMT uma obrigação da rede pública municipal, levando tal benefício para toda população, visto que o teste hoje aplicado não é capaz de diagnosticar tais erros de maneira ampliada", diz).
0