Indústrias e produtores de arroz recebem benefícios para aumentar competitividade no cenário nacional,no RS.,

Para promover o desenvolvimento sustentável e garantir maior competitividade da cadeia produtiva do arroz do Rio Grande do Sul frente a outros estados, o governador José Ivo Sartori e o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, assinaram decreto, nesta terça-feira (4), que concede benefícios como a redução média de 10% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ao setorEntre as medidas está a redução 
do ICMS de 7,7% para 7% nas saídas interestaduais para as regiões Sul e Sudeste e também a redução de 4,4% para 4% nas saídas para Norte, Nordeste e Centro-Oeste, pois, no mínimo, 80% do arroz vendido pelas indústrias precisa ser adquirido de produtores ou cooperativas gaúchas. Além disso, o decreto permite também o crédito integral do ICMS nas entradas de energia elétrica e embalagens produzidas no estado. orizícola. Os benefícios da redução tributária entram em vigor a partir de 1º de janeiro de 2017.
0