Cassação de Cunha será 'pauta exclusiva' da Câmara até eleição.

Tentando manter a tradição de não realizar votações em semanas que antecedem eleições, a Câmara Federal deve ter o processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) como pauta exclusiva até outubro. As informações são da Folha de S.Paulo. O futuro do ex-presidente da Câmara será decidido na próxima Olho no celular: Cunha vai entrar em contato com 300 parlamentares para tentar impedir sua cassação
segunda-feira (12). Segundo a reportagem, mesmo sendo a única votação do mês, há risco de boa parte dos deputados não marcarem presença na sessão. O motivo é eleitoral: muitos parlamentares preferem ficar em seus Estados, participando de campanhas de aliados políticos.Como não há sessões marcadas, deputados não sofrerão desconto no salário de R$ 33,8 mil caso não apareçam em Brasília.
0