Emerson Fittipaldi vive grave crise financeira e tem bens penhorados.

Bicampeão mundial de Fórmula-1, o brasileiro Emerson Fittipaldi vive uma grave crise financeira de acordo com reportagem exibida no programa Domingo Espetacular da TV Record. Dono de 10 empresas, sendo que algumas delas já não existem mais, o ex-piloto estaria sendo cobrado na Justiça por credores e teria bens penhorados para quitar dívidas que somariam R$ 27 milhões.
A reportagem ressalta que as dívidas de Fittipaldi teriam começado na década de 1970 com a criação da equipe Copersucar na F-1. Em dezembro de 2014, a Justiça teria determinado o bloqueio de mais de R$ 390 mil das contas de Emerson e das empresas a pedido de credores, mas teria encontrado apenas R$ 256,13 em 26 contas. Em março de 2015, a Justiça teria conseguido reter cerca de R$ 8mil para quitar uma dívida de mais de R$ 2,6 milhões. Com a falta de dinheiro, a Justiça determinou a penhora de bens, segundo o programa televisivo.
0