Roger fica diante de "bom problema" com liberação de Bolaños.

Miller Bolaños, enfim, estará à disposição de Roger. Agora, o treinador terá que lidar com o famoso “bom problema”: escalar ou não o principal reforço da temporada desde o início diante da LDU, mesmo que ele não jogue desde 20 de dezembro? Mais que isso, caso opte pelo equatoriano, quem deixar na reserva? A dúvida será sanada no último treino do Grêmio antes do segundo compromisso pela Libertadores, às 16h, na Arena, provavelmente com os portões fechados.
Roger fica diante de bom problema com liberação de Bolaños | Foto: Lucas Uebel / Flickr Grêmio / Divulgação / CP
O comandante gremista deve esconder o início da atividade. Trabalhará com privacidade a definição da escalação. A falta de sequência pesa, e muito, contra o equatoriano. São dois meses e dez dias sem entrar em campo. Bastante tempo. Entrando no segundo tempo, ele poderia pegar um adversário mais cansado. Por outro lado, o camisa 23 é tido como alguém que pode fazer a diferença.
0