Obama pede que candidatos evitem 'insultos' na campanha presidencial.

O presidente americano, Barack Obama, entrou na conturbada campanha à Casa Branca, neste sábado (12), para pedir aos candidatos que evitem o linguajar ofensivo que desvirtua a corrida para sucedê-lo. "Aqueles que estão na campanha devem se concentrar em como fazer as coisas melhor, e não em proferir
insultos, brincadeiras escolares e deturpações, ou se dividirem por questões de raça e fé e, certamente, não (devem se concentrar) na violência entre americanos", disse Obama em um evento de arrecadação de fundos em Dallas, no Texas. O líder se pronunciou um dia depois que um evento organizado pelo pré-candidato republicano favorito nas pesquisas, Donald Trump, em Chicago, teve de ser adiado, em meio a confrontos entre seus partidários e manifestantes.
0