Maria da Penha estará nesta quinta-feira em Porto Alegre.

A líder de defesa dos direitos da mulheres e inspiradora da primeira lei no país que prevê punição às agressões contra a mulher, a farmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes, estará nesta quinta-feira, 10, na Prefeitura de Porto Alegre. Às 11h, ela dará uma coletiva no Salão Nobre do Paço Municipal. Fundadora de um instituto que leva o seu nome, Maria da Penha estará na Capital participando de várias atividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher, 8 de março. Entre as atividades, ela proferirá a conferência de abertura do 1º Colóquio de História e Saúde do Centro Histórico-Cultural Santa Casa, às 20h do mesmo dia. O colóquio é uma realização da instituição com a prefeitura.
Maria da Penha tem 70 anos e três filhas. Foi vítima de violência doméstica em 1983, quando seu marido tentou matá-la duas vezes. Por conta das agressões, Penha ficou paraplégica. Somente 19 anos depois ele foi condenado a oito anos de prisão, mas por recursos jurídicos, ficou preso por dois anos. Atualmente, Maria da Penha é coordenadora de estudos da Associação de Estudos, Pesquisas e Publicações da Associação de Parentes e Amigos de Vítimas de Violência (APAVV), no Ceará.
0