Planalto adia para março cortes no orçamento.

O anúncio do contingenciamento orçamentário, que estava previsto para a sexta-feira foi adiado para o início de março, confirmou nesta quinta-feira o Palácio do Planalto. De acordo com fontes do Palácio, o corte de despesas que estava sendo desenhado pelo governo atingiria áreas consideradas "essenciais". Corte que estava sendo planejado pelo governo atingiria áreas consideradas essenciais e será reavaliado  | Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil / CP
Assim, a equipe econômica e a presidente Dilma Rousseff resolveram analisar por mais tempo as contas federais para definir os cortes. Enquanto isso, o governo prepara a reforma previdenciária e novas medidas fiscais para melhorar a arrecadação, já que as contas públicas apresentam forte queda.
0