Grêmio toma precauções para enfrentar altitude.

A altitude repousa entre os piores pesadelos dos times brasileiros. Ela pode ser inserida na lista dos adversários mais temidos nos torneios continentais, junto com Boca Juniors e River Plate. Se for acima dos 2 mil metros, o jogo já passa a ser tachado de risco, não importando a força da equipe adversária. O Grêmio se prepara para encarar dois compromissos assim na fase de grupos da Libertadores, entre eles a estreia em menos de um mês.Grêmio toma precauções para enfrentar altitude  | Foto: Lucas Uebel / Flickr Grêmio / Divulgação / CP
Dia 17 de fevereiro, o Tricolor vai até a longínqua Toluca encarar o time da casa e os 2.660 metros de altitude, semelhantes a Bogotá. Para amenizar os efeitos, a direção conseguiu antecipar em dois dias o confronto com o São José, pelo Gauchão, para 12 de fevereiro. Assim, poderá embarcar já no sábado para o México, chegando perto da hora do jantar por lá. Terá três treinamentos no local para se acostumar ao menos um pouco. “Já fui no dia, três dias antes, cinco dias antes, dez dias antes. O melhor sempre é ir o quanto antes possível”, salienta Roger.
0