EUA pedem dura resposta internacional para teste nuclear norte-coreano.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou para os líderes de Japão e Coreia do Sul para transmitir aos mesmos a importância de uma "resposta internacional unida e forte" ao suposto teste nuclear norte-coreano desta quarta-feira (6). Em comunicado, a Casa Branca indicou que Obama falou com a presidente sul-coreana, Park Geun-hye, e com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe.
Obama ressaltou, assim como líderes asiáticos, que o teste nuclear norte-coreano 'constitui uma nova violação das obrigações e compromissos sob a legislação internacional' - Reuters
Obama coincidiu com Park e Abe ao ressaltar que o teste nuclear norte-coreano "constitui uma nova violação das obrigações e compromissos sob a legislação internacional, entre elas várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU", da Coreia do Norte. O líder americano reafirmou aos líderes aliados seu "compromisso inquebrantável" com a segurança de seus países e considerou que é necessário "trabalhar para estabelecer uma resposta internacional forte e unida" pelo comportamento "irresponsável" do regime norte-coreano.
0