CPI das Próteses pedirá indiciamento de até 10 pessoas no RS.

Após 120 dias de trabalhos, a CPI das Próteses realizada na Assembleia Legislativa vai pedir o indiciamento de até dez pessoas por diversos crimes. O relatório, de mais de 200 páginas, será apresentado na próxima quarta-feira (3). O documento vai trazer casos em que pacientes receberam próteses sem necessidades, erros médicos, além de superfaturamento dos procedimentos para pagamento de propina.
Os suspeitos serão enquadrados por estelionato, fraude ao Judiciário, falsificação de documento, erros médicos e por adulteração de produtos para fins terapêuticos - que é um crime considerado hediondo e prevê pena de 10 a 15 anos de prisão.
0