A Suprema Corte dos EUA concordou em analisar o apelo do presidente Barack Obama.

A Suprema Corte dos EUA concordou em analisar o apelo do presidente Barack Obama para ressucitar seu plano de imigração, cujo objetivo é regularizar os imigrantes que não têm antecedentes criminais e que sejam pais de filhos americanos. Se aprovadas, as medidas atualmente bloqueadas na justiça deverão poupar mais de 4 milhões de imigrantes que vivem ilegalmente nos EUA da deportação. 
A proposta de Obama, que tenta driblar a maioria republicana no Congresso desde 2014, deverá ser discutida perante o tribunal até junho. A iniciativa do presidente dos EUA é considerada uma “anistia” para estrangeiros que permanecem ilegalmente no país. Esta seria uma expansão de um programa semelhante lançado em 2012, que regularizou a situação de mais de 600 mil imigrantes que se tornaram ilegais durante a infância.
0