Paes admite acordo com Romário, mas nega relação dele com conta.

O prefeito Eduardo Paes admitiu nesta quinta-feira (26) que tem um acordo com o senador Romário (PSB) por apoio candidatura do secretário executivo de governo Pedro Paulo de Carvalho (PMDB), caso o ex-jogador decida não se candidatar à Prefeitura. Ele negou, porém, que o entendimento envolva uma suposta conta do senador na Suiça e sua ocultação.
Prefeito Eduardo Paes entrega obra de canoagem no Complexo Esportivo de Deodoro (Foto: Marcelo Elizardo/G1)
"Tenho um entendimento com o senador Romário de que, se ele não vier candidato, ele vai apoiar o Pedro Paulo", disse Paes, durante a inauguração do estádio de canoagem slalom, no Complexo Esportivo de Deodoro, onde será disputada a modalidade nos Jogos Olímpicos de 2016. Segundo Paes, o encontro com Romário citado na gravação que baseou a prisão na quarta-feira do senador Delcídio Amaral (PT-MS) foi para discutir um projeto de lei no Senado, de autoria do ex-jogador com o senador José Serra (PSDB-SP), que tratava da dívida de estados e municípios.
0