Manifestantes na Austrália fazem protesto diante do local de encontro anual da mineradora.


Manifestantes na Austrália fazem protesto diante do local de encontro anual da mineradora anglo-australiana BHP Billiton, em Perth, por conta do desastre ambiental causado pelo rompimento da barragem da Samarco, cujo controle é dividido pela BHP e a brasileira Vale. Aos acionistas da mineradora, 
o executivo Jac Nasser disse que "sente profundamente" pelas pessoas afetadas pela queda das barragem em Mariana (MG). Apesar de o cartaz citar 28 mortos, até o momento foram identificados sete dos onze corpos encontrados, e há 12 desaparecidos.
0