Cunha orienta aliados a ficarem calmos em reunião do Conselho.

Diante da repercussão negativa das manobras realizadas na semana passada, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), orientou seus aliados a manterem a calma e deixarem seguir asessão do Conselho de Ética desta terça-feira. Nesta tarde, o protagonismo da defesa ficará a cargo do advogado Marcelo Nobre, que defende o peemedebista no colegiado da acusação de ter mentido à CPI da Petrobras, em março deste ano, ao dizer que não tinha contas no exterior.
Cunha orienta aliados a ficarem calmos em reunião do Conselho de Ética | Foto: Alex Ferreira / Câmara dos Deputados / CP
Às 14h30min, terá início a sessão em que será lido o parecer preliminar do relator Fausto Pinato (PRB-SP), que será favorável à admissibilidade do processo, ou seja, defenderá que Cunha seja investigado na ação que pode culminar com a cassação do mandato do parlamentar por quebra de decoro. O relatório poderia ser votado já nesta tarde, mas aliados de Cunha pedirão vista, o que levará a votação para a próxima semana.
0